Vinho francês de 150 anos é vendido pelo preço recorde de R$ 401 mil




Bebida pode ter sabor de vinagre, advertem os críticos

por Globo Rural Online

Uma garrafa de vinho tinto da época de Napoleão Bonaparte, fabricada cerca de 150 anos atrás, na França, foi vendida nesta quarta-feira (03/11) em um leilão pelo equivalente a R$ 401,36 mil. O Chateau Lafite-Rothschild foi arrematado por investidores chineses na casa de leilões Sotheby’s, em Hong Kong. Ao todo, o grupo adquiriu 3 garrafas, que somaram R$ 1,204 milhão. 

Esses vinhos, originários da região de Bordeaux, foram aclamados entre os especialistas como os mais finos já obtidos. Entretanto, críticos advertem para o fato de que o sabor da bebida seja apenas um pouco melhor que o de um vinagre. 

O encanto inicial com um preço tão algo pago por um derivado de uva foi temperado pelo temor de que isso elevasse os preços dos vinhos cada vez mais, afastando a bebida dos consumidores. 

De acordo com Simon Staples, da loja de vinhos Berry Bros, um leilão como esse tem efeito imediato. “Os preços do Lafite 2008 subiram 40% em 48 horas”, afirma. “Tão logo países como China e Índia despertem para os vinhos finos, teremos sérios problemas de abastecimento do produto e isso forçará a subida dos preços. Em 5 anos, temo que será impossível para muitos consumidores adquirir um vinho de qualidade superior”, conclui.

Extraído de Globo Rural >>
.