Cada vez mais me convenço que beber um vinho é um momento de celebração, união. Neste final de semana comemorei meu 3º aniversário de casamento, e para esta data escolhi um rótulo que já a muito tempo tenho vontade de degustar. 

 


Quando estive no Chile em 2011, visitei algumas vinícolas, entre elas a Concha y Toro. Comprei lá um Marques de Casa Concha, Cabernet Sauvignon, 2008 por um preço bem mais acessível que no Brasil, logicamente. Mas não adianta entrarmos nessa seara. Vamos a este maravilhoso vinho.

Ao se abrir a garrafa, o perfume toma conta do ambiente. No copo, um vinho escuro e denso.  No nariz, amadeirado e floral, pouco frutado. Na boca, equilibrado e redondo. Nota-se o carvalho tostado e também tabaco, somado a chocolate e notas de café. Ao fundo, um pouco de amora. De adstringência média e levemente apimentado na garganta, o vinho é um espetáculo. 

Para quem ainda não passou por ele, vale a experiência.

Boa semana e bons vinhos!!