Aí está ela, a mãe de todas as Pilsen



Aí esta ela, a mãe de todas as Pilsen. Para quem não sabe, Plzen (Pilsen) é uma cidade da República Tcheca a mais ou menos uma hora e meia da capital Praga. Na cervejaria Plzensky Prazdroj, que significa algo como "fonte primordial" em tcheco, nasceu à cerveja tipo Pilsen, o tipo mais bebido no mundo.

De cor dourada e amargor suave de lúpulo, quando servida nos típicos canecos de meio litro nos faz parar, olhar e sentir o aroma refrescante. A respeito da cor da cerveja, existe um fato interessante: nos comerciais de cerveja de outros fabricantes muitas vezes é usada a Pilsen Urquel por causa de sua cor e espuma branquinha. Quem visita a cervejaria e faz a visita, ao final vai poder provar a cerveja já pronta, porém não filtrada, ainda turva mas com um frescor e sabor que deixa o visitante feliz ao primeiro copinho bebido.

Um outro fato interessante é que na republica Tcheca quando se vai ao médico e se pergunta: Doutor, posso beber? Ele provavelmente vai responder: Um caneco de Plzen por dia vai te ajudar bastante no tratamento. Parece mentira, mas isso acontece mesmo! Você pode encontrar a Urquel no Brasil, mas o grande barato é beber lá na República Tcheca, não só por causa da atmosfera, mas pelo fato da cerveja mantida em tanques grandes detém o frescor da cerveja, diferentemente de beber a cerveja engarrafada.

Quando se vai a um restaurante ou Pub com tanques de cerveja (Tankové Pivo), podemos ver os tanques do tamanho de um carro popular em salas especiais resfriadas, e com luzes verdes. Essa cerveja de tanque é extremamente leve, até quem não é tão fã de cerveja acaba tomando uns quatro canecos de 500 ml.

E não fique se culpando por beber tanto. Um cidadão tcheco vai beber uns dez ou quinze enquanto isso. E o melhor, no dia seguinte você vai acordar já esperando a hora de tomar à próxima.
.