Noite italiana

Nada como uma sexta de queijos e vinhos. Nesta linha, resolvi investir nos  italianos. Salame, queijo e vinho também. Busquei um da região de Salento e não me arrependi.

Serre, Cantine due Palme, Rosso 2010.

Um vinho encorpado desde o começo. Garrafa pesada, rótulo espartano, de presença.

No nariz, bem vegetal e fresco. O álcool demorou a evaporar e se confundiu. Neste momento, na boca, muito apimentado e ácido. E muito álcool.

Deixei-o respirar por mais ou menos 45 minutos e virou outro vinho.Personalidade o resume bem.

Equilibrado, nada tânico, com aromas de pimentão e amêndoas. Levemente oleoso e notas de salgadas ao final, azeitona.

Interessante e de certa complexidade. Acredito que se acompanhado por um prato a base de carne, com mais especiarias, tenderia a sobressair mais e ser melhor explorado, apesar do salame italiano.

Boa experiência com a uva Sussumaniello.

Uma boa pedida.
R$ 69,90 na Super Adega.

Boa semana e bons vinhos.

.