Colônia Negra, será?



Era um dia de experimentar uma cerveja diferente, inusitada, algo que não compraria normalmente. Então estava retornando do trabalho e passo no supermercado, onde me deparei com uma beldade conhecida, uma Guinness, que tinha ao seu lado uma Colônia Negra. Será tão esta brasileira tão pretensiosa assim? Do lado da Irlandesa? E foram as duas, aqui a chance de uma cerveja fora do meu radar.

Experimento: Em casa li o rótulo que dizia que a Colônia era cerveja "tipo", prestem atenção às aspas, Stout. Joguei no copo para cerveja preta e a espuma subir. Ótimo. Bom começo. Porém logo depois disso nada de buquê, lúpulo e frescor do mesmo que é bom nada, e muito açucarada. Para comparar mais ainda que a Caracu.

Simplificando, tirando a cor, espuma e densidade -  não a categorizaria como uma Stout, nem mesmo "tipo"Stout. Vale a pena? Sim, pelo preço, para um dia frio e acompanhar algo bem forte e ácido talvez. Sai por R$ 3,50 uma latinha de 470Ml em Florianópolis.
.