Um péssimo exemplo.

Gerard Depardieu, traz à tona a gravidade do abuso de álcool que muitas vezes em nossa sociedade é confundida com o termo de “excêntrico”. Mesmo sendo “proprietário” de 5 pontes de safena e com 65 anos de idade, o Francês admite que nos dias em que está aborrecido abre um Champagne no café da manhã, acompanhado de outra após o desjejum, seguido de duas garrafas de vinho tinto para o apetite e acaba por derrubar 14 garrafas ao longo do dia...



Espero que nenhum leitor da Bebideria, ou seus amigos, parentes e conhecidos estejam nesta condição. Espero que os que estejam, possam contar com amigos e companheiros para auxiliar a identificar e resolver esta condição. É fácil notar como o excesso, não apenas de álcool ressalto, pode acabar com uma pessoa – basta ver o antes e depois.



.