Suco de uva, vinho tinto e amendoim melhoram circulação


A nutricionista Renata Alves, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo, respondeu a mais perguntas sobre alimentos que fazem bem para o coração. Ela começou destacando os efeitos do alho, que tem ação anti-inflamatória e também é capaz de reduzir a pressão arterial. A ração humana, que é uma mistura de grãos e sementes, também pode ser usada no dia a dia, mas não substitui nenhuma refeição ou alimento. É importante, nesse caso, ficar atento se o produto não leva açúcar. Além do tomate, outros alimentos de coloração avermelhada contêm licopeno, um antioxidante que previne o envelhecimento e doenças cardiovasculares, além de melhorar o sistema imunológico. Renata também citou a melancia, a goiaba e a acerola como outras fontes desse composto. Para quem gosta de suco de tomate, é bom adicionar um pouco de azeite ou bater junto com uma castanha, porque a gordura ajuda a absorver o licopeno. O sal, porém, deve ser evitado.A nutricionista disse também que água deixada de um dia para o outro com sementes de linhaça pode ativar o intestino e reduzir o mau colesterol, mas não tem propriedades emagrecedoras. Dessa forma, contudo, o ômega 3 não é absorvido, porque está dentro do grão. Já na cápsula de linhaça, há apenas o ômega 3, e não outros componentes importantes da casca.

Renata não recomenda aquecer o azeite, que pode ficar escuro e perder seus benefícios. Para os pacientes com pressão alta, a especialista pediu atenção com o sal, temperos prontos, molho shoyu e alimentos industrializados. Também sugeriu abusar das frutas, legumes e verduras.

A dieta dos orientais, em especial dos japoneses, foi destacada pela nutricionista. A alimentação dessa população, em geral, inclui muitos legumes e verduras, peixes e soja, além de pouco sal (com exceção do shoyu), fritura e doces. Em seguida, Renata falou sobre os prós e contras da dieta vegetariana.

Alimentos como suco de uva integral (1 a 2 copos por dia), vinho tinto (1 taça) e amendoim podem melhorar a circulação sanguínea, ressaltou a entrevistada. Ela comentou, ainda, sobre os diferentes tipos de chás, principalmente o verde, que contém antioxidantes.

Renata também indicou opções saudáveis para as crianças que têm colesterol alto. Alimentos assados e à base de soja são boas pedidas. Por fim, destacou peixes e outros itens que concentram ômega 3, um agente anti-inflamatório.

Reprodução>>>
.