Argentino Surpreendente



Há algum tempo que não degusto um Argentino tão expressivo. Este Cabernet Sauvignon foi um presente e portanto não tenho idéia do preço ou local de compra... Mas vamos adiante.

Na taça a cor é de um tinto intenso, deixa suas amostras amanteigadas nas bordas da taça mas no paladar traz um sabor levemente suave embora seco. No fundo fecha com toque de frutas vermelhas, levando para tons de ameias e amêndoas talvez. O ponto mais interessante é que a madeira está sob controle, não apaga todo o restante, e devido aos 5 anos na madeira deixa alguma personalidade que arriscaria "Vinho do Porto" - mas ressalto que não é um vinho de sobremesa e tampouco suave. 

Da Vina Amalia, assinado por Carlos Basso (Grupo de Italianos que produzem em diversos locais do Globo e na Argentina são também proprietários do Santa Ana...). Uvas Cabernet Sauvignon, região de Mendoza na Finca Los Montes Negros, safra 2010.
.