Menu de Napoleão no exílio incluía 50 garrafas de vinho e 22 kg de carne

Um inventário dos alimentos e bebidas autorizados a serem dados diariamente a Napoleão Bonaparte durante seu exílio na ilha britânica de Santa Helena foi leiloado nesta quarta-feira (23) na Inglaterra.

Cópia do inventário de comidas e bebidas entregues a Napoleão em seu exílio na ilha de Santa Helena (Foto: Reprodução/Woole&Wallis)"Este documento fascinante fornece uma aproximação detalhada da quantidade e qualidade do vinho, as aguardentes e os alimentos dos quais dispunham Napoleão e sua 'corte' durante o exílio em Santa Helena", explicou a casa de leilões Woolley & Wallis.

"Sua partida diária previa mais de 50 garrafas de vinho, assim como de sidra, cerveja forte, champanhe e outras bebidas", e "22 quilos de carne de vitela, 30 quilos de pão, 22 quilos de carne de ovelha e de porco, um porco assado, dois perus, dois gansos, quatro patos, nove galinhas d'angola, 12 pombos, 42 ovos e 15 garrafas de leite, entre outras muitas coisas", detalhou a Woolley & Wallis.

O inventário está com a data de 13 de outubro de 1820 e leva a assinatura de Denzil Ibbetson, um oficial britânico que se passava por artista plástico em Santa Helena durante o 'cativeiro' de Napoleão. Foi vendido por 976 libras esterlinas (cerca de R$ 6.215).

O documento contém também uma lista dos cerca de 50 habitantes de Longwood, a casa onde Napoleão morava, entre os quais havia sete membros da família do general Henri Gatien Bertrand, de procedência nobre.

O ex-imperador chegou em 15 de outubro da Santa Helena após uma viagem de 69 dias desde a Inglaterra. Consumido pelo tédio e pelo despeito, morreu após uma grande agonia em 5 de maio de 1821, aos 52 anos, provavelmente em decorrência de um câncer de estômago.

Fonte: G1
Foto: Reprodução/Woole&Wallis
.