Chocolate e vinho tinto melhoram a memória, diz estudo

Agora, um estudo revelou que, além de deliciosos, eles são também muito benéficos para a saúde: chocolate e vinho tinto melhoram a memória.

Se lhe perguntassem quais são os 10 produtos (comida e bebida) que prefere certamente que colocaria o chocolate e o vinho tinto nessa lista. Independentemente do lugar que ocupassem ambos os produtos, ambos são muito estimados pelos portugueses.

Enquanto o vinho tinto acompanha as refeições de inúmeros portugueses, o chocolate está presente regularmente, podendo ser consumido em barra, mas também em inúmeras receitas. Os portugueses adoram ambos os produtos, pois são deliciosos.

Chocolate e vinho tinto melhoram a memória

Agora, um estudo revelou que, além de deliciosos, eles são também muito benéficos para a saúde. Tal deve-se a uma substância presente quer no vinho tinto, quer no chocolate negro: o resveratrol. O que é isso? Descubra em “Chocolate e vinho tinto melhoram a memória, diz estudo”.



A fonte
Um grupo de cientistas da Universidade Charité de Berlim, na Alemanha, coordenados pela neurocientista Veronica Witte, realizou uma pequena investigação-piloto que culminou numa conclusão extremamente agradável. A investigação, que contou com o contributo de 46 voluntários, deu a conhecer os seus resultados na reputada revista científica Journal of Neuroscience.

Universo
Ao longo deste trabalho de investigação, a equipa de cientistas contou com participantes saudáveis e maiores de idade. Eram todos adultos que, apesar do seu excesso de peso, apresentavam boa saúde.

O processo
O trabalho realizado implicou a divisão dos participantes em dois grupos. Esta divisão implicava um diferente procedimento para, posteriormente, ser analisada a diferença de resultados. Houve uma medicação administrada durante um período de seis meses. Enquanto num grupo os elementos tomaram suplementos de 200mg de resveratrol, no outro grupo os indivíduos tomaram um mero placebo.

Resveratrol
O que é isso do resveratrol? Ora, o resveratrol é uma substância ou um componente químico que está presente em diversos alimentos. Está presente, por exemplo, nas uvas vermelhas, mais especificamente na sua pele e nas suas sementes. Consequentemente, este composto pode ser encontrado no vinho tinto.
Chocolate e vinho tinto melhoram a memória
O resveratrol está na origem de diversos efeitos protetores que se revelam extremamente benéficos para a nossa saúde. É um antioxidante natural que possui propriedades anti-inflamatórias e integra um grupo de plantas compostas por polifenóis. Este estudo revela que esta substância funciona também como um protetor das funções cognitivas.

Diferenças
No final do estudo, os investigadores chegaram a algumas conclusões. Os voluntários que tomaram placebo apresentaram uma memória mais fraca. Já os primeiros apresentaram uma memória fortalecida.

Havia fortes indícios de uma melhor memória de curto prazo para os elementos do primeiro grupo, pois os que tomaram suplementos de resveratrol demonstraram maior capacidade de memorizar mais palavras presentes numa lista que que foi lida a ambos os grupos, com 30 minutos de antecedência relativamente ao teste de memorização.

Conclusão I
Este estudo permitiu concluir que o resveratrol protege as funções cognitivas. A investigadora Veronica Witte, que colaborou neste estudo, salientou isso mesmo numa entrevista concedida ao portal internacional especializado LiveScience.

Chocolate e vinho tinto melhoram a memóriaVeronica revelou ainda que o resveratrol contribuiu para um aumento das ligações entre as áreas cerebrais (que são responsáveis pelos processos de memória). Essa melhoria levou ainda a um incremento na capacidade do organismo absorver os açúcares consumidos. Isto, claro está, ocorreu aos voluntários que consumiram o resveratrol. Veronica Witte informou ainda que:

“De um ponto de vista clínico, as nossas descobertas sugerem que a ingestão regular e significativa de resveratrol pelos mais velhos pode ter efeitos de proteção ao nível das funções cognitivas, uma hipótese que, agora, necessita de ser avaliada através de ensaios clínicos de grande escala”.

Conclusão II
O vinho tinto (devido às uvas) é uma boa fonte de resveratrol, mas existem outros produtos que também o são e que se podem revelar boas opções para a melhoria da saúde. Produtos como as uvas, o chocolate negro, os amendoins ou as amoras revelam-se também preciosos, capazes de originar estes benefícios.

Os cientistas defendem ainda que o resveratrol é um composto que parece ser capaz de “imitar” no nosso organismo os mesmos efeitos que são causados por uma dieta de restrição calórica. Existem já outros estudos que defendem que esta substância origina diferentes benefícios, nomeadamente ao nível do envelhecimento. Porém, esta investigação levou a conclusões de que o resveratrol é especialmente benéfico ao nível da cognição.

Outros benefícios
Chocolate e vinho tinto melhoram a memóriaSegundo este estudo, a substância resveratrol é capaz de funcionar como um protetor das funções cognitivas. No entanto, em experiências anteriores, já se tinha confirmado que o resveratrol (e produtos ricos nesta substância como o vinho tinto) podia revelar-se benéfico em diversos problemas de saúde.

O resveratrol é benéfico, pois contribui para o controlo do peso e contribui para melhorar a saúde do coração, para o controlo do colesterol, para o combate à ação dos radicais livres e, entre outros benefícios cientificamente comprovados, ajuda a prevenir a doença de Alzheimer.

Moderação e responsabilidade
Nada de abusos! Os benefícios provenientes do consumo de vinho tinto só surgem se houver moderação. Deve ser-se responsável e beber com moderação! É imprudente e pode mesmo revelar-se nocivo para a saúde fazer um consumo exagerado de vinho tinto.

Um consumo exagerado não apenas impede as suas propriedades medicinais, como prejudica a sua saúde. A dose recomendada é de apenas copo por dia.

Se pretende conhecer a fundo o estudo, escrito em inglês, pode fazê-lo aqui.

Fonte: NCultura
Imagens: Internet

Comentários